terça-feira, fevereiro 20, 2024
No menu items!
Google search engine
HomeSEGURANÇA PUBLICAEsquema de segurança desenvolvido para o The Town 2023 terá cão-robô, cerca...

Esquema de segurança desenvolvido para o The Town 2023 terá cão-robô, cerca de dois mil vigilantes e Centro de Controle instalado diretamente no Autódromo de Interlagos

Faltam poucos dias para a primeira edição do The Town. Promovido pelos mesmos criadores do Rock in Rio, o festival promete entrar para a história da cidade e da música brasileira e mundial. Entre os dias 2, 3, 7, 9 e 10 de setembro, estima-se que o Autódromo de Interlagos receba 500 mil pessoas em mais de 235 horas de música. E, como aspecto fundamental a todos que irão circular pelos 360 mil m² de áreas úteis, a SegurPro, empresa oficial de segurança do The Town, desenvolveu um esquema de segurança personalizado.

Para que tudo ocorra dentro do previsto, mais de dois mil vigilantes especializados estarão dedicados em tempo integral à segurança do festival, além de 25 cães e condutores treinados para atividades dessa magnitude, que irão se somar ao pet mais tecnológico do mundo, o Yellow, cão-robô da SegurPro, que atuou no Mutua Open de Madrid e Rock in Rio Lisboa e Brasil em 2022. A companhia irá controlar o esquema de segurança a partir de um Centro de Controle Operacional dedicado e instalado diretamente no Autódromo de Interlagos e que será suportado pelo iSOC, o maior Centro de Controle Operacional da América Latina, localizado em São Paulo.

“Contaremos com o iSOC 24 horas por dia nos cinco dias de evento, especialmente em momentos mais sensíveis, como a abertura e fechamento de portões, encerramento de shows, troca de artistas no palco e qualquer aglomeração de público em um determinado local, por exemplo”, comenta Frank Ribeiro, diretor de vendas e de marketing da SegurPro. O efetivo de segurança contempla mais de 100 câmeras de segurança – sendo duas térmicas, 40 bodycams (câmeras corporais acopladas ao colete), dois radares perimetrais israelenses, cinco drones e softwares para analítico de aglomeração, analíticos de imagens, contagem e identificação automática de pessoas e quatro ASUS, bases móveis e autônomas de monitoramento que funcionam com o uso de energia solar.

“Temos mais de 10 anos de know how atuando na segurança de festivais. Sabemos o quanto esse tipo de evento é uma experiência marcante para cada participante, por isso, nosso objetivo é ampliar a segurança de todos para que a única preocupação seja aproveitar a experiência de prestigiar os ídolos da música”, completa Frank.

Atenta às necessidades do público do The Town, a SegurPro irá oferecer um serviço de atendimento ao público. O Ponto Seguro também servirá como base de apoio e acolhimento às crianças e pessoas eventualmente perdidas no evento, até que seus responsáveis sejam localizados.

Saiba mais sobre as tecnologias empregadas na primeira edição do The Town

Cão-robô: Após compor a equipe de segurança que atuou no Rock in Rio no Brasil e em Lisboa, em 2022, o Yellow desembarca no Brasil novamente – e pela primeira vez em São Paulo. O cão-robô utilizará tecnologia 5G para coletar dados do ambiente, como temperatura anormal (detecção de incêndio), averiguar eventos suspeitos e se expor a ele – se necessário, evitando o risco à vida humana, e outros tipos de situações que podem impactar a segurança do evento, sendo um dos principais aliados no monitoramento em tempo real de todas as informações coletadas e reportadas aos agentes presentes no Centro de Controle Operacional da SegurPro no festival e no iSOC.

Centro de Controle Operacional (CCO): Montado dentro do Autódromo de Interlagos, o Centro de Controle Operacional é dedicado exclusivamente para o evento. Serão mais de 20 pessoas trabalhando no local, entre profissionais de TI, força policial e bombeiros, que ao lado do time de vigilantes e operadores da SegurPro, farão o monitoramento de todo o evento através de um videowall de 18m² com transmissão e gravação de imagem instantânea. No local será possível monitorar todos os sistemas e aparatos tecnológicos de segurança dispostos no Autódromo, além de gerenciar o efetivo de vigilantes e controladores de acesso da SegurPro.

Todo o esquema de segurança será praticado sob o conceito de Segurança Híbrida, um conjunto de serviços de monitoramento e prevenção que conciliam os recursos mais avançados de segurança com a capacidade de interpretação de profissionais altamente preparados no gerenciamento de possíveis contratempos, tudo isso gerando dados e informações valiosas e em tempo real para a melhor tomada de decisão para o perfeito andamento do evento.

Equipe especializada: Serão cerca de 2 mil vigilantes treinados à disposição de toda estrutura do evento e que farão a segurança dos mais de 500 mil fãs presentes durante os cinco dias do festival e mais de 235 horas de música. Os profissionais de segurança contarão também com o auxílio de 25 cães treinados das raças rottweiler, pastor belga malinois e pastor alemão que irão se revezar nas rondas por toda a extensão do Autódromo. Todo o efetivo será habilitado com o curso de extensão para grandes eventos e passará por treinamentos com as condições e especificidades da operação do evento e será gerenciado por cerca de 60 pessoas.

Tecnologias de ponta: Todas as soluções de segurança do The Town 2023 serão oferecidas pela SegurPro que, ao lado de fornecedores parceiros com expertise e tecnologias de última geração, irão garantir a experiência mais segura possível para todo o público. A equipe de vigilantes contará com o apoio de 40 bodycams com capacidade para gravação e transmissão de áudio e imagem de alta resolução em tempo real.

Toda a operação será monitorada por 110 câmeras instaladas na Cidade da Música, das quais duas serão térmicas. Em parceria com a SVA Tech, Corsight e Fisital, a SegurPro contará com a utilização de softwares analíticos, tanto para security – aquelas mais relacionadas à segurança patrimonial e proteção das pessoas, quanto para safety – dedicado ao monitoramento e movimentação do público na Cidade da Música. As tecnologias analíticas oferecidas pelos parceiros da companhia apoiarão à equipe do CCO na tomada de decisão, ao realizar o controle e monitoramento de toda área de forma rápida e gerando relatórios precisos, por meio contagem de pessoas e detecção perimetral, mapas de calor e leitura de placas de veículos utilizando tecnologia LPR (License Plate Recognition). Será usado ainda uma câmera PTZ 4K com visão panorâmica de todo o autódromo em parceria com a Dahua.

Para o monitoramento de grandes áreas, a SeguPro irá contar com diversas tecnologias da Ôguen. O radar de segurança Magos atuará integrado ao CCO para o monitoramento do perímetro. Além do radar, haverá quatro drones fazendo patrulhamento aéreo através da plataforma High Lander para gerenciamento automático de drones. Toda a operação será completada com o drone cabeado israelense Albatross que possui câmera com 40x de zoom óptico além de ser térmica fica permanentemente no ar, garantindo cobertura ampla e contínua de uma imagem 360º dia e noite. A operação de rondas pré-programadas também será monitorada simultaneamente pelo CCO no evento e contará com licenças do VMS Security Center, cedidas pela Genetec, para gestão das imagens e espelhamento da operação no iSOC.

A SegurPro contará ainda com quatro ASUs – base móvel e autônoma de monitoramento de imagens, alimentada por energia gerada através de placas solares e que serão distribuídos em locais específicos no Autódromo de Interlagos, de acordo com a necessidade da operação.

Source link

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments